Minha Filosofia de Ministério Pastoral – No que Creio

Publicado: 6 de janeiro de 2009 em Teologia prática
Tags:

  De forma bem suscinta passo uma relação do que creio – um tipo de filosofia de ministério, que apresentei aos membros de minha Equipe pastoral bem como tem sido a base de todas as ações. Veja:

Quanto a Relevância:

Uma igreja deve ser relevante em tudo que é e faz para o mundo a começar pela comunidade onde se faz igreja e está inserida;

A igreja deve ter em suas ações vários círculos de ação que ajudem as pessoas a chegarem ao núcleo do Ser Discípulo.

Quanto aos Ministérios:

Uma igreja deve ter vários ministérios, tantos quantos houver necessidade e pessoas para desempenhá-lo; não vejo isso como produtos em um super mercado;

Os ministérios devem manter um equilíbrio diante do todo. Não deve haver ministério mais importante do que o outro; o que pode acorrer é uma ênfase maior para um devido ao desequilíbrio existente a fim de alcançar juntamente com os demais êxito.

Quanto ao Preparo:

Técnica e espiritualidade não se excluem, mas são juntos componentes indispensáveis no Reino de Deus para servir com qualidade;

Todos que estão envolvidos em serviço na igreja devem melhorar seu desempenho nestas duas áreas;

Fica difícil manter alguém que tem espiritualidade e não tem técnica ou vice-versa por muito tempo em algum ministério porque a infidelidade faz com que Deus tome suas providencias e substitua as pessoas que estão em sua obra.

Quanto a pessoas:

Pessoas são mais importantes do que coisas. Entre ter coisas e investir em pessoas, fico com as pessoas;

O ser vem primeiro do que o fazer. Pessoas precisam ser cristãs nas questões de caráter e ações para depois serem líderes da comunidade;

Pessoas precisam de conhecimento, mas precisa muito mais de amor;

Relacionamento é e deve ser a grande temática de uma igreja;

Quanto a Disciplina:

A igreja deve ser terapêutica tendo como objetivo diante do pecado ou falha do irmão fazer com que surja o arrependimento e a reintegração desse nas atividades do Corpo de Cristo, sem julgamento e punição, a não ser que depois de muitas tentativas se tenha grande rebeldia;

A exclusão ou afastamento da igreja local é a última etapa e deve-se fazer de tudo para que isso não aconteça principalmente se é jovem o membro;

Deve se dar tempo para que as coisas sejam resolvidas do modo de Deus e para que tudo se apresente como realmente é;

Cada caso deve ser analisado e buscado uma solução de cura e restauração específica;

Confissões aos pastores devem ser sigilosas e eles não devem se justificar caso o fato caia em domínio público;

Toda acusação contra alguém deverá ter provas ou a pessoa que relatou o fato deve assumir diante da acusada o que falou caso contrário não se deve falar nada;

Biblicamente antes de vir aos pastores um determinado fato para disciplina a pessoa que sabe deve ir até o irmão e conversar com ele, se não adiantar levar outro e se não adiantar aí sim aos pastores;

Acusações advindas de vingança ainda que tenham teor de verdade não devem ser aceitas – motivo: a motivação não é pela santidade da pessoa e sim para o seu prejuízo e isso eu não aceito;

Cabe ao pastor titular conclusões sobre processos disciplinares juntamente com a Equipe diaconal.

Quanto a Reuniões

A igreja deve se reunir em grandes celebrações, eventos para anunciar Cristo em todo o seu esplendor e em pequenos grupos – células para evangelizar e compartilhar uns com os outros a  vida.

Quanto à liderança:

A liderança deve estar localizada abaixo do organograma e não encima. 

A liderança serve aos liderado;

Liderança é o alvo para todos os membros da igreja. Todos precisam chegar neste nível como crente.   

Liderança como sinônimo de maturidade de desempenho dos dons;

Existem líderes institucionais que são chamados para servirem liderando equipes na igreja local. Esses devem ser escolhidos pela igreja;

Toda liderança institucional deve ser baseada nos dons espirituais concedidos pelo Espírito Santo.

Quanto ao poder:

Autoridade vem não pelo cargo, mas pelo trabalho ungido. O “poder” não se consegue por voto, mas pelo desempenho espiritual; O poder não para mando, mas de influência.

Quanto ao papel do leigo:

Gosto de trabalhar com leigos;

O leigo trabalha em parceira com os pastores sabendo de suas funções e limites; O leigo precisa ter humildade para reconhecer até onde ele pode ir e até onde os pastores devem conduzir processos;

Uma igreja onde o leigo não é marginalizado é uma igreja poderosa em ações bíblicas.

Quanto ao papel pastoral:

Quem deseja ser pastor deve primeiro servir na igreja local e ter o reconhecimento dela para a função desejada;

O pastor deve cuidar do rebanho de Deus essencialmente em termos do evangelho integral; A administração aos poucos deve ser passada para outros membros do Corpo de Cristo;

O pastor é igual aos demais crentes do corpo. Não necessita de paternalismo. Necessita de amor, respeito, espaço para trabalhar como os outros;

O pastor não deve se envolver com as finanças da igreja. Deve deixar isto com os líderes desta área;

O pastor titular de uma igreja sozinho não pode fazer muita coisa é preciso uma equipe ministerial; Essa equipe ministerial é de apoio ao pastor titular e não de ação decisória sobre a igreja; Isso cabe ao pastor titular;

Pastor é melhor de integridade de tempo do que de tempo parcial, voluntário ou integral; Isso não significa que não se tenha bons pastores de tempo parcial ou voluntários;

O pastor ganha da igreja mais no relacionamento do que no púlpito ou no ensino;

Sou pastor do Reino e trabalho numa igreja local com responsabilidade, mas o meu ministério é maior do que a igreja;

Sou pastor de quem quer que eu seja, embora meu chamado seja universal;

O pastor é o responsável do altar. Tudo o que acontece nele deve estar sob a orientação pastoral;

Sou um facilitador de todo o processo de “formação de santos”;

Meu papel é essencialmente de ensinar (capacitação), visão e pregar a palavra.

Quanto à composição da igreja:

 A igreja é um grupo constituído de pessoas que vem por livre e espontânea vontade. Isto significa que eu não posso tirar a liberdade de ir e vir das minhas ovelhas;

A igreja é composta de pessoas que são convertidas, mas que têm que lidar ainda com o pecado, daí a imperfeição de relacionamentos;

A igreja é composta por homens e mulheres, raças, culturas e poder aquisitivo diferentes e isso deve fazer com que se tenha uma parceira poderosa baseada nas mesmas oportunidades e privilégios.

Quanto à Mensagem:

A principal mensagem de uma igreja é que Jesus Cristo salva;

Acredito na mensagem de um Evangelho integral – salvação que leve em conta corpo, alma e espírito;

A igreja missionária é aquele que principalmente busca santidade, ética bíblica, como maior forma de pregação ao mundo;

A igreja deve levar sua mensagem ao mundo usando de toda a tecnologia existente para isso.

Quanto à pregação:

Minha pregação deve contemporizar a vida dos meus ouvintes. Ela deve ser: contextualizada, com “doses de humor”, bíblica e dinâmica;

A pregação deve ser inclusiva sempre;

Devo me referir às pessoas como pessoas e não como crentes ou incrédulos;

Ao pregar devo ter em minha mente que as pessoas estão em níveis diferentes e devo atingir as pessoas nestes níveis.

Tomada de decisões:

A tomada de decisão deve ser em equipe. Equipe é a forma como uma igreja deve andar;

 Numa decisão o mais importante não o que as pessoas pensam, mas o que o Senhor da igreja pensa. A decisão deve ser teocêntrica antes de democrática.

Visão:

A visão de Deus geralmente vem ao líder. O líder passa para a igreja e espera o parecer de Deus.

Não há empreendimento sem a visão de Deus;

É preciso saber onde Deus está agindo para depois agir e isto vem por entendimento de visão.

Eclesiologia:

O corpo é mais importante do que as células. Células devem existir para fortalecimento do corpo;

O ministério é de Cristo na igreja e não do pastor;

Minha igreja é uma parte do Reino de Deus; Ela pode deixar de fazer algo ou fazer algo;

Pode-se ter uma doutrina Bíblica “Denominacional” e ao mesmo tempo uma liturgia “atualizada”.

Gosto de ser Batista da CBB e gosto de ter uma igreja Batista da CBB;

Ação social é parte essencial do ministério de uma igreja, pois está no bojo do Evangelho Integral;

A igreja é um espaço de liberdade das mãos, pés, corpo e pensamento;

A igreja precisa entender que a sua estrutura deve respeitar o nível de comprometimento em que as pessoas estão quanto ao compromisso com Cristo e sua igreja;

Não há porque ter burocracia na igreja;

 A essência deve ser sempre preservada na eclesiologia de uma igreja, mas a forma deve ser sempre questionada, ajustada, mudada ou aperfeiçoada;

Não há porque ter medo de trabalhar em parceira com o Estado em questões sociais desde de que se tenha estabelecidos os limites para ambos.

Extensões:

A igreja deve ter várias extensões – unidades para que em outros lugares e comunidades aquilo que Deus está fazendo através dela, de uma visão particular, aconteça e para que pessoas dons possam ter outros lugares para desempenharem seus ministérios.

Intercessão:

A oração é o segredo do sucesso de uma igreja;

Creio que Deus continua querendo curar, e fazer milagres e, por isso criou espaços para que isto acontecesse;

A visão de Deus geralmente é compreendida em oração;

Oração produz união entre os membros e um mesmo coração para a realização de empreendimentos;

Educação Cristã:

A igreja deve ter um programa de educação cristã que forneça aos seus membros condições para que tenham um crescimento qualitativo diante de Deus;

Creio no trabalho seguementado como forma didática de ação eclesiástica mais eficaz e eficiente;

Vocacionados:

Todos os membros da igreja são vocacionados; Uma igreja em que cada membro se vê como vocacionado é uma igreja viva;

Vocacionados institucionais sempre são bem-vindos no meio da igreja;

A igreja deve dar todas as condições para que vocacionados realizem ações na comunidade onde está inserido.

Missões e Evangelização:

A missão da igreja é maior do que o fazer missões;

Realizar missões é algo essencial para uma igreja ser igreja;

Missões é pregar o evangelho integral em outras culturas; evangelizar é pregar Cristo na mesma cultura – a igreja deve fazer ambas as coisas;

Todos os que compõem a igreja de Cristo são evangelistas e missionários no sentido de que possuem a missão de pregarem a mensagem da cruz;

Uma igreja deve fornecer instrumentos para que todos os seus membros tenham a sua disposição ferramentas para eu sejam bons evangelistas e missionários onde estão;

A igreja deve ter missionários de carreira que possam realizar a obra de Deus integralmente em outras culturas;

A igreja deve contribuir orando e financeira com a obra missionária no mundo

Serviço:

O trabalho para o Senhor precisa ser com qualidade. Os detalhes traduzem a qualidade;

O bom é inimigo do melhor. Cada um deve buscar superar a si mesmo e a sua ação com todas as suas forças e de sua equipe para que o serviço prestado a Deus sempre seja o melhor;

Capacitar líderes é de suma importância para a qualidade da igreja a médio e longo prazo;

A igreja não deve convidar alguém pelos seus dons, mas porque a pessoa está sentindo de ser à vontade de Deus para a sua vida na igreja, dedicar seus dons a Deus;

Todos devem trabalhar na igreja;

A igreja deve criar espaços para que todos possam trabalhar;

O trabalho do membro não precisa ser necessariamente dentro de quatro paredes, mas principalmente onde ele está. O serviço de cada cristão deve ser no secular e não somente no espaço sagrado.

A mulher e o casal:

A mulher tem os mesmos direitos do homem na igreja local;

 A mulher é aceita em qualquer área da igreja desde que Deus dê o credenciamento;

O homem e a mulher se unem para serem parceiros na obra de Deus; Ao lado de um grande homem ou de uma grande mulher está o seu cônjuge e não atrás ou na frente;

Pai e mãe são responsáveis diante de Deus pela educação de seus filhos;

Pais são responsáveis pela alma de seus filhos.

Estudo:

A educação é indispensável para quem quer servir melhor o mestre;

Deus usa uma pessoa sem estudo, mas isto não deve fazer com pessoas sejam acomodadas.

Música:

A boa música deve ser valorizada e cantada seja ela cânticos, hinos e musicas de vários hinários, denominações ou não.

Espaço:

Creio que uma igreja precisa ter o seu próprio espaço de ação e desenvolvimento ministerial;

Creio que esse espaço deve priorizar a funcionalidade do evangelho integral e não a beleza, ainda que as duas não se contradigam necessariamente;

 O espaço deve ser multifuncional;

O espaço deve não se tornar um Castelo, mas um lugar de fácil chegada e saída;

O espaço deve facilitar a vida de todas as pessoas sendo um lugar que diminua o preconceito e facilite a mobilidade;

O espaço deve ter e preservar a natureza de Deus. Gosto de jardins;

O espaço deve ter lugar livre para crianças brincarem, correrem e etc…

Gosto de portas abertas. Grandes.

Quanto as Finanças:

Creio que cada líder e liderado de um ministério específico deve ser o primeiro a contribuir com a sua área;

Creio no dízimo e nas ofertas alçadas como a melhor forma de receitas para a igreja de Cristo e como método de destruição do devorador no nosso meio;

A liberalidade faz com que sejamos ricos;

Líderes devem ser sempre exemplo nesta área;

A igreja não deve parar por dificuldades financeiras, Deus sempre provê quando estamos dentro de sua vontade, isto não quer dizer que não sejamos prudentes em nossas decisões;

Os pastores e líderes de tempo integral ou parcial devem receber da igreja porque isso é bíblico, sempre de acordo com as posses da mesma;

Ofertas designadas são ofertas designadas e é pecado fazer trocas e remanejamentos, mesmo quanto tudo se justifica por ser obra de Deus;

A igreja não tem condições de investir em todos os ministérios como precisa, por isso cada um deve usar de criatividade, e buscar recursos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s